Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Pensador

Pensador

É Quando um Homem Quiser

2016-05-13-17-00-15.jpg

 
Caros amigos,
 
E cá estamos todos nós em aproximação a passos largos a mais um final de ano! A esta hora estão vocês a perguntar se me estou a sentir bem, e desde já agradeço a vossa preocupação, mas no meu ponto de vista todos vivemos à pressa e em stress. Sei que ainda estamos em Maio, mas não será uma boa altura para desejarmos já felicidades a todos no próximo ano? Creio que sim, e que não vem daqui nenhum mal ao mundo. Pior é darem filmes de Natal na Páscoa.
De qualquer forma, nem todos fazemos a Passagem de Ano ao mesmo tempo! Seja por fuso horário, ou por religiões. E por mim até podíamos não passar de ano já que os preços aumentam sempre, o que não me parece motivo de festejo.
Se o Mundo não acabou como previram os Maias, também não será por causa de um texto meu, isso vos garanto.
Os humanos acabam consigo próprios e sem a ajuda externa seja de meteoritos ou qualquer outro elemento provável, e disso os portugueses são um excelente exemplo.
Nós não precisamos de alagamentos e construções de arcas, de levar com bolas de fogo ou mesmo levar com tsunami nas beiças... Basta uma decisão governativa, para ser o final de tudo para nós.
Por falar em líderes fofinhos, congratulo a Coreia do Norte pelo seu. Ao pé dos nossos governantes, é um menino de coro... Um coração mole. É que eu prefiro que a cabeça me seja rebentada com uma pancada na nuca, ou mesmo ser fortemente espancado por tropas com roupas duvidosas e penteados esquisitos, do que ser “sodomizado” pelo nosso Governo!
Aos portugueses que roem as unhas com receio do futuro do nosso Portugal, habituem-se pois será essa a vossa comida se não mudarmos de rumo. Junta-se assim o útil ao agradável.
 
Existem líderes ou antigos líderes, com tantos aspectos caricatos ou simplesmente parvos, que não consigo escrever sobre todos.
 
Vejamos por exemplo o Pedro Passos Coelho. O seus problemas são quase não ter lábios, e perceber-se tudo o que diz... Isto não entrando nos pormenores da sua governação. E tentando não associar a perda de lábios com "felácios" a orgãos europeus de gestão.
 
Já Cavaco Silva natural de Boliqueime, tem um sotaque que não se percebe muito bem de onde é, mas a deixar adivinhar que comeu uma cómoda e ficou a tentar tirar o excesso de serradura dos lábios. Já a língua parece um monovolume a bater contra um portão de garagem fechado.
 
Alberto João Jardim até podia estar a cantar uma canção de embalar, que uma pessoa estremecia sempre! É que ele tem uma forma de falar tão meiga que é capaz de despentear qualquer pessoa… Mas com os perdigotos que cospe, despenteia... Mas lava!
Aliás, desde já deixo aqui uma sugestão para tapar o buraco da Madeira... Deixem o João Jardim continuar a falar e façam um lago… O buraco continua, mas ao menos dá para uma piscina e pontenciar o turismo!
 
Continuando a falar em líderes, sabem o que é que a Angela Merkl me faz lembrar? Estão a ver aqueles momentos na infância, em que fazemos asneiras e ouvimos lá ao longe vozes que não percebemos o que dizem, mas temos a certeza absoluta que são os nossos pais a combinar quem é que nos vai rebentar o focinho? Pois é. E no caso dela, parece que fazemos asneiras todos os dias!
 
Gostaria de sugerir uma situação. Metam o João Jardim a falar com a Merkl e aposto que ela ou cai num buraco ou lhe estoira a mioleira através do rebentamento dos tímpanos!
Já que esta é uma mensagem de Ano Novo, por mais estranha que pareça, digo-vos:
 
Seja qual for o ano ou nacionalidade, guardem sempre passas para meter a arder as orelhas dos membros dos Governos.
 
Comecem o ano em grande, nem que seja em Maio!
 
Bem hajam!