Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Pensador

Pensador

Eh Cavalinho

2016-03-03-12-19-11.jpg

Olá a todos!   Há uns dias atrás, li uma entrevista que me deixou a pensar nas pessoas que adoram e veneram animais. Desta feita foi uma entrevista feita a Joaquim Bastinhas, esse cavaleiro de tauromaquia, o que por isso me deixa desconfiado... Gosta de animais, mas apenas de alguns, pois aos outros gosta de lhes espetar farpas enquanto o pobre animal luta pela vida esvaindo-se em sangue. Estranha forma de gostar de animais! A menos que os toiros, ou apenas alguns, sofram de algum devaneio masoquista... Apesar de nunca ter visto nenhum toiro a arfar de desejo, enquanto o trespassam com ferros capazes de fazer uma espetada de elefante. Também tenho alguma desconfiança em relação a este amor pelos cavalos, visto que estes apesar de bem alimentados, são usados como animais de circo, e apesar de parecerem felizes, ritmam as suas patinhas ao sabor de fortes pontapés com esporas dadas pelo cavaleiro na sua zona abdominal... Caros amigos, quem já levou um pontapé ou um soco na barriga, sabe que isto é impossível! Ou os cavalos são parvos, ou estão num sofrimento atroz e por isso é que mantendo a dentição arreganhada, vão esvaziando os intestinos pela arena enquanto o público aplaude! Devo dizer que não sou daqueles fanáticos que atacam as touradas, já que me parece que é uma discussão interminável. Critico estes espectáculos porque não gosto, porque acho que os animais não devem sofrer e também porque os bandarilheiros não são favorecidos pelos collants cor de rosa, e as másculas sabrinas os deixam num ponto perigoso para se baralharem com as suas opções sexuais. Mais um assunto em aberto para discussão no Parlamento: Adopção por parte de Bandarilheiros. Mas voltando ao tema que me trouxe aqui, gostar dos animais não é isto meus amigos! Gostar de animais é tratá-los bem, é dar-lhes amor! No caso dos cavalos, ninguém o faz como a Cicciolina! O Bastinhas que meta os olhos nisso! Quando pensam em cavalos obrigatoriamente lembram-se dela!  Sinceramente nunca a vi a alimentar nenhum cavalo, nem as escovar algum exemplar, mas a expressão que eles tinham com ela era diferente. Era como se depois dela os tratar, eles pudessem enfrentar não um touro, mas todos os ex-namorados dos concorrentes dos Reallity Shows da TVI... O que presumo que iria encher praças com espectáculos inesquecíveis! Concluindo, sinceramente espero que o Bastinhas nunca adopte o estilo da Cicciolina para sua própria segurança, peço-lhe apenas que reveja a forma como "ama" os animais, e peço o mesmo à humanidade em relação a todos os animais! Cuidado com as manteigas de amendoim e afins. Basta umas festinhas normais sem que se façam vídeos caseiros.   Bem hajam