Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Pensador

Pensador

Grammys com Pó... Muito Pó

2016-10-14-09-40-51.jpg

 

Olá a todos!
 
Venho recuperar um texto de 2011! Sim, leram bem... Tem uns anos, mas queria que ficasse o registo.
 
Como sei que vocês vão todos para a cama depois do jantar e que adormecem a ver as novelas da TVI, achei que vos devia fazer um resumo da cerimónia dos Grammys que ocorreu na noite passada. 
Logo a abrir a noite houve um pequeno tributo a Aretha Franklin, feito por umas moçoilas das quais fazia parte a Christina Aguilera... Realmente quanto mais dinheiro têm, pior... Enfim...  Pela maneira como a menina se apresentou, acho que os fãs a devem ajudar e não devem comprar nem mais um álbum! Eu passo a explicar. É que a menina parece o Malato e o Fernando Mendes juntos depois de um copo de água, mas numa versão loira! Apelo ao boicote aos álbuns da Aguilera a ver se ela passa fominha uns tempos. E a avaliar pela maneira como a vi, não sei se ainda irá a tempo! 
Mas passando à frente, houve uma coisa que me intrigou... 
Durante este tributo enquanto as meninas iam cantando à vez, só se ouviam aplausos quando uma voz-off dizia o nome de quem cantava... O que me leva a crer que no público, não havia ninguém interessado em ouvir aquilo, e nem sequer estavam com grande atenção. 
Entretanto foi a vez de Ricky Martin, que vinha vestido à homem, anunciar a tão aguardada actuação de Lady Gaga que curiosamente desta vez saiu de dentro de um ovo e nem um bifinho nem uma fatia de bacon tinha a acompanhar. De repente lembrei-me que uma tarde bem passada, era vestir a Gaga com bifes como ela gosta, e ir passear até ali a jaula dos leões no Zôo de Lisboa. 
E a Rihanna? Tinha o cabelo cor de sumo de morango, mas daqueles instantâneos que sabem a gomas. Estão a ver quais são? 
Entretanto, e até porque estava curioso em perceber o fenómeno, apareceu o Justin Bieber. Para quem não sabe é um adolescente que tem o cabelo à “Playmobil”, e que vá-se lá saber porquê provoca a histeria na juventude mundial. A mim enerva-me porque, o miúdo tem cara de quem devia ter estudado na Casa Pia e ido passear até Elvas... Ou não sendo tão mau, podia pelo menos ter levado uns chutos bem assentes da Bota Botilde... Enfim! 
Lady Gaga foi galardoada, e quando subiu ao palco para receber o prémio, ao ver a vestimenta dela, fiquei com idéia de que depois da cerimónia ela ia trabalhar “à biscatada” ali na zona do Técnico. 
Bob Dylan apareceu também, mas pelo seu ar só lá foi para fumar qualquer coisa, e alguém o convenceu a actuar... Não se faz! 
Quem passou também pelo palco foi a Miley Cirus, mas desta vez não levava o cachimbo... Ou ficou o Bob Dylan a segurá-lo enquanto ela fazia a sua participação. 
Depois veio mais uma vez um momento “Justino”... Quando o catraio se preparava para arrecadar o prémio de revelação do ano... Pimba! Não ganhou! Estava mais penteado que o costume, e isso faz toda a diferença. 
Seguidamente um momento que muitos esperavam, ver a actuação de Mick Jagger pela primeira vez nos Grammys... E que energia! Penso que ele ficou mais para o final, não fosse ele querer ser engraçadinho e dar uma dentada no palco. Não sei se sabem, mas ele e a Manuela Moura Guedes eram para ter feito um dueto, que ficou imediatamente posto de parte, porque já bastou a crise no Médio Oriente para apoquentar a população mundial. 
Quase a acabar a cerimónia, lá apareceu a veterana Barbra Streisand... O que eu acho de uma violência extrema se pensarmos na hora da transmissão! 
Mesmo no final lá acabei por ver a Cindy Lauper que pelo que parece, ainda gosta da brincadeira de pendurar granadas sem cavilha no céu da boca, e de cuspir o fumo depois delas rebentarem... 
Ah... E pelo meio disto ainda foram distribuindo mais uns prémios, mas isso pouco interessa.
 
E a ver se o Bieber se começa mas é a deitar mais cedo, que ainda é novinho!
 
Bem hajam!