Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Pensador

Pensador

Heróis do Mar e da Bola

2016-06-30-14-44-57.jpg

 

Olá a todos!
 
Preparando já o que aí vem no que a Futebol diz respeito, recupero uma crónica escrita quando Portugal empatou em 2014 com essa potência do futebol mundial, os Estados Unidos.
Para os que precisam de assistência no raciocínio, ressalvo que as referências ao Euro 2016 num futuro próximo, têm a ver exactamente com isso.
 
Ora e cá vamos nós!
 
E arrefecidos os ânimos da nossa Selecção, e arrefecidos os dos nossos comentadores desportivos relativamente ao empate frente aos Estados Unidos, venho agora eu dar a minha opinião. Pode ser parva mas é um direito que me assiste, pois descontando eu para uma parte das despesas da selecção, posso dizer o que me apetecer. 
Queria apenas pedir para que não usassem o dinheiro dos impostos que me cobram, nas despesas de jardineiro da cabeça do Meireles. Por falar nisso, gostava de saber em que se baseiam os nossos jogadores para fazerem aqueles tracejados na cabeça. Tenho diversas teorias, e sinceramente nenhuma delas é racional ou lógica, o que é coerente com todas as ideias de jogo do Paulo Bento: 
 
- Deixaram um tractor à solta no Hotel e este acabou por fazer aqueles desenhos nas cabeças dos jogadores. Apenas Meireles foi visto a correr atrás do tractor, o que poderá explicar muita coisa; 
 
 - Aquelas cabeças fazem-me lembrar Nazca, o que indicará que ET´s andaram a brincar com o Nani, Ronaldo e mais alguns;
 
- Por último e presumo que a hipótese mais realista, acho que é puro mau gosto e falta ideias para ocupar o tempo.
 
Mas voltando ao jogo jogado que é o que mais interessa, sobretudo ao nosso PIB, voltámos a mostrar o poder mental e criativo do nosso povo... Tornámos a mostrar que apesar das nossas limitações, queremos tudo o que os outros irão alcançar muito mais facilmente que nós.
Sei que é positivo querermos mais e batalharmos para isso, mas o "batalhar" é importante. Ninguém ganha guerras de braços cruzados, convençam-se disso!
Vamos ser realistas e ser melhor que os outros, mas com organização e planeamento! Isto vale também para os nossos governantes (a letra minúscula aqui é importante).
Uma das coisas que nos limita é pensarmos que somos bons, apenas porque sim...
Ronaldo apesar de muitas vezes ser criticado, é um jogador de trabalho, de esforço... É isso que temos de ter em mais uns quantos jogadores.
Continuamos a achar que ter um pénis grande, é suficiente para o resto! Não é... É preciso vontade, capacidade e querer para lá chegarmos!
Como em tudo na vida, seja em que país for...
O sucesso alcança-se quando se pode, quando se quer e de forma paciente...
Para concluir, queria pedir a todos que deixassem de usar tufos debaixo das narinas... Para além de inestético, é capaz de inibir um bom arejamento das fossas nasais... Os bigodes ficaram no passado. Agora é barba completa!
 
Como diz o nosso Hino: "Heróis do Mar, nobre povo, nação valente..."; mas que de imortal pouco tem, como comprovam as lesões e estado pouco vivaz dos eleitos por Paulo Bento.
 
E agora vou indo pois tenho de ir "dobrar" o Cabo Bojador.
Para quem não sabe o cabo Bojador, não é um utensílio de oficina!
 
De seguida, deixo-vos a táctica, para termos sucesso neste Euro 2016, que se joga em França... Terra onde se fala demasiado Francês quanto a mim.
 
Para conseguirmos vencer e marcar golos, é necessário motivar os jogadores... Como? Não sejam apressados e leiam:
 
Rui Patrício: Para motivar o Rui, basta dizer-lhe que para o Ano será campeão nacional... E não mencionar o nome do Sporting.
 
Anthony Lopes: Oferecer-lhe um CD de um qualquer artista pimba, para animar as comunidades portuguesas no estrangeiro.
 
Eduardo: Um voucher com livre-trânsito num ginásio para fazer cárdio com a namorada.
 
Bruno Alves: Dar-lhe uma boneca insuflável que não rebentasse a cada cabeçada, cotovelada ou pontapé na cabeça.
 
José Fonte: Um contrato de patrocínio de uma marca desportiva vendida pela família do Quaresma.
 
Eliseu: Um curso intensivo de como defender no futebol, dado pelo Pedro Guerra.
 
Vieirinha: Se querem que ele marque golos, prometam-lhe um tratamento de crescimento.
 
Cédric: Era baptizá-lo novamente com um nome que não lembrasse as histórias da Távola Redonda.
 
Ricardo Carvalho: Elogiem o seu jogo, nunca mencionando que ele tem a idade do José Cid mesmo tendo mais uma vista e quase o mesmo cabelo.
 
Pepe: Não o recordem da sua passagem pelo Sporting.
 
Raphael Guerreiro: Basta oferecer um cheque prenda do Toys S´Us e um galão na estação de serviço mais próxima.
 
William Carvalho: Façam-lhe ver que aquele bigode só fica bem ao Samuel L. Jackson.
 
João Moutinho: Oferecer-lhe o bigode do William a ver se ele se sente mais homenzinho.
 
João Mário: Não precisa de factores motivacionais.
 
Danilo: Pedir aos Super-Dragões que o ajudem a treinar velocidade explosiva.
 
Renato Sanchez: Renovação do Cartão do Cidadão, mas com a data de nascimento de 2000.
 
Adrien: Curso de Português por Jorge Jesus.
 
André Gomes: Meter-lhe pesos nos pés, para ele ser mais terra-a-terra.
 
Rafa: Uma gilete e a promessa de treze virgens.
 
Nani: Convencê-lo que os mortais que ele dá a comemorar golos, dão orgasmos triplos à sua mulher.
 
Quaresma: Dizer-lhe que dentro da baliza, está um anel de diamante, um tatuador e um banca de gangas à sua disposição.
 
Éder: Part-Time como repositor do Mini Preço.
 
Cristiano Ronaldo: Colocar um poster de uma vagina na baliza e dizer-lhe que é de uma Miss Bumbum.
 
E pronto é isto... 
 
Bem hajam e não cheirem as mãos depois de as colocarem em zonas íntimas!