Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Pensador

Pensador

Memórias do Euro 2016 #3

2016-07-08-14-03-05.jpg

 

Olá a todos!
 
Desta vez, dirijo as minhas palavras para Portugal e França!
 
Não se assustem, mas França é um dos muitos sítios neste mundo, onde existem portugueses que me merecem todo o respeito. Não sou um apaixonado por Paris, ou por França em geral, apesar de achar que um belo croissant faz com que um pequeno-almoço se torne num banquete. E é isso mesmo que devemos fazer Domingo. Comer o que de melhor os franceses têm! Até porque relembro, o desprezo que demonstraram e demonstram por nós, é quase indicador que a valorização que nos dão é nula. Muitos se assustam e atribuem o favoritismo a França, até porque deram cabo dos alemães... Grande coisa! Qualquer pessoa armada com uma lâmina, e que conseguisse rapar os sovacos às mulheres dos jogadores, iria conseguir ferir os alemães no que eles mais têm de sagrado, a higiene. Não quero ofender um povo, mas até o seu selecionador tens fortes lacunas de higiene. Ou alguém diz o contrário? Alguém é da opinião que esfregar as mãos nas partes escondidas do corpo demonstra uma higiene imaculada? Já para não falar que depois cheira, como se de um manjerico psicadélico se tratasse. Ao menos bate? Não? Então desculpem, mas considero parvo. Apesar de muito se explicar com quem por lá manda... Lá e cá, que todos temos sofrido com a Sra. Dona Hitler de Pipi! Reza a história que Napoleão, foi um dos maiores estrategas militares, mas acho que Fernando Santos não lhe fica atrás. E relembro que o Napoleão não tinha curso de engenharia! Na era mais contemporânea, também Portugal lançou fortes ataques a França e por isso acho que os pratos se equilibram. Também nós temos coisas que os superam e nos podem deixar orgulhos.
 
- Temos a Cristina Ferreira que se eventualmente, ponderar em cantar o hino com alma e coração, poderá superar a tragédia do Bataclan;
 
- Bem sei que os irmãos Lumière inventaram o cenógrafo, mas nós tivémos Manoel de Oliveira que inventou uma forma de viver até bem acima de 100 anos, fazendo filmes de cortar os pulsos. Respect;
 
- Também o Monet era Francês e respeito tudo o que são artes, mas nunca ninguém presenciou a arte abstracta de que eu era capaz aos dez anos quando me rebentavam canetas na mão... Isso sim era impressionismo e do impressionante;
 
- Enviámos para França não só emigrantes, mas muitos cantores! Linda de Suza munida da sua mala de cartão, e o grande artista Dino Meira. Esse colosso capilar a quem gosto de chamar White Lenny Kravitz, e que ficou conhecido por ter uma relação íntima com um mês... O Agosto. Não podemos nunca esquecer o nosso Tony Carreira, que foi em França que se lembrou que a plagiar se aufere mais do que a trabalhar numa fábrica, e onde ganhou a primeira parte da sua fortuna. Enterrou uma parte numa guitarra, outra em fatos brilhantes e o que sobrou investiu num capachinho;
 
- Os Franceses falam Francês, o que por si só é uma desvantagem. Parece-me que Português é uma língua mais viril e menos propensa a confusões de índole sexual;
 
- Temos Caracóis e eles Escargot... Têm portanto a mania que são finos e comem com utensílios de elevado gabarito, para não sujar as mãos... Esquecem-se é que para pronunciar o nome dos bichos, arranjaram um som aproximado a uma suave escarreta. Finos o tanas;
 
- Têm a mania que percebem de moda, quando o que realmente acontece, deve ser terem a cocaína a preços de saldo, e por isso existem tantos desfiles em Paris;
 
- Admiro desde sempre a obra do Gustave Eiffel, mas temo que mesmo esse grande engenheiro fosse rebaixado moralmente por esse português de intelecto fora do que é comum... Gustavo Santos... Esse mind gamer... Esse... Coiso... Pronto! Mas afinal o Gustavo Santos é o quê? Neste momento é uma arma de arremesso contra franceses;
 
- Como uma das tendências musicais hoje em dia são os DJ´s, ao David Guetta apenas questiono se já ouviu o talento musical para a mesa de mistura dos antigos concorrentes de reallity shows? Ia certamente ficar impressionado com o que a falta de escolaridade e massa cinzenta, fazem ao nível da aprendizagem em manusear equipamentos electrónicos e emborcar bebidas brancas durante um set inteiro;
 
- A Le Coq Sportife é uma marca francesa emblemática e com muitos anos. Todos sabemos que um galo desportivo, só no cio. Pensem nisto!- Para combater esse torneio de Roland Garros, onde se batem muitas bolas, temos a Feira Internacional de Sexo. Mais uma vitória da nossa parte no que toca a eventos;
 
- Temos um empate com duas personalidades. Louis Braille e Daniel Oliveira, pois a pergunta "O que dizem os teus olhos" é quase igual ao picotar da linguagem;
 
- Pois bem, Napoleão... Será que num confronto com a Padeira de Aljubarrota levava a melhor? Tenho dúvidas! Levar com uma pá deve ser doloroso, e para além disso vindo este ataque de uma mulher caso seja no período menstrual é praticamente fatal;
 
- Apesar de admirar Nostradamus, neste campo a nossa Maya leva a também a melhor... Entre escrever livros, a ganhar dinheiro em chamadas de valor acrescentado, esta segunda não dá hipótese ao profeta da desgraça. Até porque ele nunca fez comentários alcoviteiros sobre figuras públicas... Tudo o que ele escrevia era enigmático, o que revela aqui receio em assumir os ataques que fez;
 
- Portugal até já tem ar enlatado, França mete latas no ar... Aqui tenho de ser meigo no que escrevo, pois já andei em Airbus e não faleci;
 
- Edith Piaf é uma das cantoras mais emblemáticas dos franceses... Aquele cantar esganiçado capaz de estoirar a penugem a uma galinha do campo não é fácil de suplantar... Aqui acho que nem o fantástico Zé Cabra tem hipótese... Mas como ele foi lá emigrante, penso que meterá os franceses em respeito;
 
- É de conhecimento geral, a corrupção há anos no futebol Francês... Em Portugal, tínhamos convívio de árbitros e dirigentes com Assistentes do Miminho Remunerado, onde só se comia fruta... Tudo saudável, portanto;
 
- Temos o Ronaldo;
 
- O Ronaldo tem uma irmã que canta o suficiente para acharmos que uma lambada no focinho dada pelo Obélix a um subnutrido sudanês, é um acto fofinho.
 
Por isso, e depois desta pequenina lista, digo-vos:
 
Força Portugal e metam França a sentir o toque do metal da Torre Eiffel na parte de dentro do intestino!
 
Bem hajam!