Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Pensador

Pensador

Mensagem de Páscoa

2016-03-17-10-39-41.jpg

Olá a todos!
 
Para os crentes e não crentes, desejo uma Boa Páscoa! Que o coelho tenha metido chocolates em quantidade suficiente para ter o esfíncter a fazer lembrar um nobre canhão! Pergunto-vos... As amêndoas também vêm dali? Hummm... Para os mais sensíveis ao tema, desde já aviso que não quero ofender ninguém e tudo o que escrevo tem origem na boa disposição e imaginação desta besta acéfala que se encontra aqui... Eu! Não acredito muito em coisas do divino, respeito no entanto quem acredita, e quase fui como vocês há uns anos numa festa de Trance. Como sou a primeira pessoa a brincar comigo e com os meus defeitos, penso que brincar com os outros e com qualquer assunto será aceitável. Estas são as desculpas que apresento, ainda antes de "carregar no gatilho" dos disparates. Tudo o que vem da religião a mim não me faz muito sentido, sem associar determinadas ideias e conceitos. Pode parecer-vos descabido, mas conhecem a música "Machadinha"? Já tentaram perceber de que fala o tema? Pois é... É da criação da Mulher! Dizem que Deus criou primeiro o Homem, coisa que duvido, mas caso tenha acontecido foi com uma "Machadinha" que ele começou a cortar algumas pontas, daí aquela parte do refrão: "Ah Ah Ah"! Aquilo é de dor! Bem, mas vamos seguir... Quanto à Páscoa propriamente dita, alguém acredita que um homem com 33 anos, não faça nenhum a não ser estar na conversa com os outros? E que quando se vê aflito chama pelo pai e pergunta porque não ajuda? Para mim é explicado pelo "Complexo Peter Pan", acho que uma inscrição numa empresa de trabalho temporário podia pelo menos ajudar. Era fazer-se à vida! Realmente há coisas estranhas... Já pensaram que o homem podia ser hiperactivo, e chegou a um ponto já ninguém podia com ele e pregaram-no? E era tão hiperactivo que nem depois da crucificação sossegou e ainda ressuscitou! Isto a ter a história como verdadeira meus amigos. Depois disto, acabo por achar piada a alguns filmes na Páscoa, em que basicamente todos os actores principais levam na boca como gente grande. Até o Diogo Morgado entrou nestas modas... Realmente há bons actores portugueses lá fora, nem que seja a serem espancados! Presumo que algumas claques de futebol usem estratégias vistas no cinema desta altura religiosa. Já que politicamente nós portugueses estamos a atravessar uma fase de transição, e depois da polémica dos Outdoors do Bloco de Esquerda por causa da adopção entre casais do mesmo sexo, em que dizem que também Jesus tinha dois pais, apenas digo o seguinte: Se Jesus tinha dois pais, e se isso fosse exemplo no que diz respeito à sua sexualidade, descansem! Se ele fosse gay não tinha sido crucificado com pregos, tinham-no prendido com laçarotes! Boa Páscoa... E as melhoras do coelho!
 
Bem hajam!