Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Pensador

Pensador

Sou Marinheiro

2016-03-17-10-42-49.jpg

Olá a todos! Ah... Andar de barco! Sensação óptima! Ainda por cima, todos nós temos costelas de navegadores que fizeram a nossa história! Dos que se afogaram entretanto, não reza a história! Mesmo sendo apenas no Ferry que liga Tróia a Setúbal, é uma experiência de arrepiar os pêlos de quem não se depila. Não deixa de ser espectacular aquela sensação quase digna do Titanic de risco de naufrágio! Se bem que há coisas que me deixam revoltado... Já alguns de vós terão visto filmes de gente a embarcar... Há sempre aquela gente a acenar, a despedir-se de quem vai partir... Certo? Então porque é que quem anda num Ferry ou no Cacilheiro é desprezado? São menos que os outros é? Acho que quem anda num Ferry por exemplo, tem direito a ter gente a acenar e lavada em lágrimas, até porque o Sado numa noite de Inverno pode ser tão perigoso quanto o Atlântico Norte... Ou mesmo o Tejo! Claro que em vez de um Iceberg, o risco está em bater em entulho e aglomerados de taínhas que se alimentam de guloseimas! Aconselho as companhias que tratam das travessias, a contratarem figurantes por exemplo... Até porque além de essas pessoas passarem a prestarem um serviço à sociedade, deixam de fazer figuras duvidosas nos programas da manhã. Bem hajam!