Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Pensador

Pensador

Adoro Animais, Mas Não ao Volante

2019-01-16-16-07-41.jpg

 

Olá a todos!
 
Como vai essa saúdinha? Têm conseguido sobreviver aos vírus potenciados pelos espirros alheios? è mandar abater, que isso passa. 
Eu já me começo a questionar se estará tudo bem comigo, pois pertenço àquela fatia fininha da humanidade, que ainda não caiu na cama. Mas vamos ao que interessa.
 
Lembram-se daqueles videojogos portatéis a pilhas e muito manhosos que existiam nos Anos 80, onde apenas tínhamos de nos desviar de algo ou para a esquerda ou para a direita? 
Das duas uma, ou já são demasiado velhos e foram atacados pelo Parkinson, ou são demasiado novos e consideram que uma antiguidade é a Playstation 2. Fedelhos!
 
Mesmo para quem não conhece o conceito, também não é difícil de o entender a menos que os vossos pais sejam primos e vocês tenham sido gerados com alguma deficiência mental... Hoje estou uma simpatia, eu sei.
 
Para quem conduz diariamente no IC19, sabe perfeitamente do que falo. 
Há mentecaptos que deviam receber um ordenado, de tão profissionais que são em tentar abalroar os outros. Caso não recebam, sugiro que reclamem um subsídio por reforma antecipada dos vossos neurónios.
 
Atravessar diariamente o IC19 é como jogar a um jogo vintage, dos que mencionei anteriormente, na dificuldade máxima. E isto se for num dia sem chuva. Nesses dias, atravessar o IC19 faz-me pensar que Jesus Cristo nos dias de hoje, pagaria os pecados da humanidade a caminho de Sintra em hora de ponta. 
E bem, este é o meu desabafo de hoje.
 
Adoro animais, mas não concordo que estejam ao volante.
 
Bem hajam!
 

Trânsito e Espelhos

2016-06-09-10-33-52.jpg

 

Olá a todos!
 
Gostava da atenção das mulheres para este desabafo... 
Sei que uma mulher gosta de estar arranjada, de se maquilhar e de usar toda e qualquer superfície espelhada para se ver. Seja um espelho, ou o metal de uma torneira. Até aqui tudo bem, não fossem algumas gostar de se maquilhar no trânsito, sobretudo quando esse trânsito é provocado por elas...  Por se estarem a maquilhar... 
Não que deseje mal a estas mulheres, mas podiam ir contra um fardo de palha e bater com os olhos no vosso estojo, ficando com purpurinas enfiadas até à nuca. blush nas ventas e com o píncel do rímel atravessado num globo ocular. 
Um agradecimento por parte de quem gosta de chegar a horas ao trabalho. 
Bem hajam!
 

Virtude no Meio... O Tanas

2017-04-06-11-33-12.jpg

Olá a todos!
 
Que existem ditados parvos, já todos nós sabemos... O que muitas vezes acontece, é que não nos debruçamos sobre esta temática. Vejamos... "No meio está a virtude"... O que se passa com quem se lembrou disto, é que a indecisão faz parte da sua vida, e arriscar não está nos planos de quem prefere o conforto de um mais ou menos... Para quê um copo meio cheio ou vazio, se o importante é haver copo não importa a quantidade de água? Depois destes raciocínios dignos dos livros de Filosofia, vamos então ao que realmente interessa. O trânsito que nos assola diariamente nas estradas que cruzam o nosso país.
 
Quem nunca fez uma viagem de três horas, sem sair da faixa central que atire a primeira pedra... Mas que a atire com toda a força, à "focinheira" de quem o faz diariamente! Não é por uma vez ou outra fazermos isso, que vem mal ao mundo obviamente. O verdadeiro problema, está nas pessoas que têm a seguinte postura ao volante: 
 
- Entrar no carro, não sem antes sacudir os tapetes, para não passar detritos para a sola dos "penantes";  
- Ajustar o espelho retrovisor, mesmo que este tenha sido ajustado após a última viagem, antes de se trancar o carro;  
- Ajustar a distância do banco aos pedais, de forma a encostar o peito ao volante e pensar que a buzinadela que entretanto acontece, é por contentamento do carro, e não por se ser uma besta merecedora de levar uma galheta já que se encostou a barriga ao volante;  
- Colocar o cinto de segurança antes de meter o carro a trabalhar, já que o solavanco do motor de arranque pode provocar uma deslocação na retina;  
- Depois de alguns minutos com o carro a trabalhar, já que o mecânico do bairro disse que isso seria o ideal, iniciar a marcha em velocidade moderada... Nunca superior a 20 Km/h;  
- Na aproximação a vias tais como IC´s ou IP´s, acelerar para os 30 Km/h, evitando manter-se muito tempo na faixa do lado direito. Neste momento ressalva-se que a besta normalmente pensa que as buzinadelas que ouve são para o congratular por acto tão corajoso como mudar de faixa evitando provocar acidentes;  
- Até ao destino desejado, manter a marcha na mesma faixa a uma velocidade nunca superior a 50 Km/h, aproveitando para observar a paisagem, as buzinadelas, ameaças, ofensas... É aqui que a besta se sente no auge da sua virilidade... Nada o atinge;  
- Chegar ao destino, e verificar travões, óleo, espelhos e nunca abandonar o veículo sem limpar o pó gerado pela marcha desenfreada de outros condutores ofensivos.  
 
Pois é caros amigos... Quem nunca apanhou uma pessoa assim ao volante que entre em contacto com as cadeias televisivas, pois será digno que reportagem alargada! Queria no entanto dizer-vos uma situação que também não se aconselha. Se calhar pior do que indivíduos destes ao volante, só mesmo aqueles que baseiam a sua condução nos primeiros jogos electrónicos portáteis. Para os que não se lembram, eram umas maquinetas que tinham jogos em que se andava para a esquerda e direita apenas, onde o objectivo era não bater contra algo... Juntando estes condutores aos primeiros, eram metê-los numa Bimby e fazer uma Bolonhesa!
 
Bem hajam e conduzam como gente civilizada... Apedrejando os que assim não o fizerem!